Edição atual do Fique por Dentro destaca a tragédia do ensino remoto na Ufes

Em versão exclusivamente digital, o jornal Fique Por Dentro da Adufes (edição outubro) traz matérias sobre a experiência desastrosa do Earte e a retomada das aulas presenciais nas redes particular e pública do Estado. Leia aqui o jornal na íntegra

Na primeira página do Informativo, o Editorial da Gestão Propositiva e Plural (Biênio 2019-2021) da Adufes destaca “A centralidade do trabalho, a ferocidade do capital”. No texto, a diretoria avalia a conjuntura socioeconômica e seus impactos na educação.

Na página 2 ,a matéria sobre “A pandemia e o aprofundamento da precarização das condições de vida”  apresenta o relato de uma estudante da Ufes que é trabalhadora informal e depende do auxílio emergencial para sobreviver. Leia na íntegra o jornal

“Governador ignora apelo da comunidade escolar e libera retomada das aulas presenciais”, matéria da página 3, ressalta que movimentos ligados à educação pública, como o Fórum Capixaba em Defesa da Vida das Trabalhadoras e dos Trabalhadores vêm denunciando desde julho as investidas do governo que decretou a volta às aulas presenciais neste mês de outubro.

As páginas 4 e 5 destacam o “Ensino-Aprendizagem [sic] Remoto Temporário e Emergencial” (Earte), modalidade de ensino adotada pela Ufes durante a pandemia, que desconsidera questões de  vulnerabilidade social e a falta de acesso à internet, entre outros pontos. Professoras/es, estudantes e técnicos administrativos apontam as dificuldades com o modelo, que foi aprovado de forma aligeirada pela reitoria. 

Fonte: Adufes

ANDES